dieta saudável com tutano – herança

 

Achei esse link interessante. Vou postar só um trecho

fonte : http://hmerlin.blogspot.com.br/2010/09/caldo-de-carne-verdadeiro.html

 

“O Dr. Weston A. Price, em seu completo e interessantíssimo estudo sobre a influência da alimentação na  saúde em geral, abordou muito bem as propriedades do tutano dos ossos (como ossobuco, costela, pé, canela etc.). Nossos antepassados, sábios, usavam muito essas partes do boi em sua dieta e, por sinal, eram muito mais saudáveis que as gerações modernas. 
E o verdadeiro caldo de carne é extraído justamente da parte mais nutritiva do ossobuco, da costela, do pé, da canela do boi, ou seja, do tutano desses ossos.”

 

mmm… e mais este trecho também : 

“Hoje, estou convencida de que não é possível trabalhar em prevenção de doenças sem praticar a verdadeira alimentação saudável, livre de químicas, industrializados e interesses comerciais.”

 

aniversario do tigeladetutano – 05 anos

o tigela de tutano vai comemorar 05 anos no dia 30/05/2013

Parabéns antecipado! :D

tutano, moelle

um prato delicioso.

fonte da imagem : http://youpode.com.br/blog/blogdomoa/2010/05/

“O primeiro prato parece culinária milenar.
É o tutano do osso do boi servido num corte diferente. Na França é chamado de moelle.
Na colherada incial, o suor pingou. Tem foto.”   fonte do texto :  http://youpode.com.br/blog/blogdomoa/2010/05/

texto sobre Ici – impressoes sobre o tutano

Hoje eu me diverti lendo este texto. Depois de um ano da publicação deste blog que exalta o tutano, segue um texto com impressoes a respeito de uma receita com tutano.

Tutano

  fonte : http://www.estadao.com.br/noticias/suplementos-paladar,tutano,3465,0.htm  de 03 de dezembro de 2009 | 13h 02

Anna Angotti & Demian Takahashi: Sempre que encaramos essa entrada de peso do Ici, ficamos nos perguntando como é possível ela ser ao mesmo tempo tão gorda e tão reconfortante. Os ossões inspiram nossos instintos ancestrais: rola uma ansiedade enquanto o tutano – macio, quente e guloso – vai se soltando do osso, um conflito entre querer logo raspar a última gordurinha e torcer para que ela não acabe nunca. Taí: se existisse comfort food no tempo das cavernas, seria algo bem próximo disso. Claro, sem as torradinhas e o molho de ervas – único lembrete de que estamos em um restaurante no século 21.

Blog Alho, Passas e Maçãs: Tutano é coisa séria. Tanto que requer instrumental cirúrgico e delicada operação para extrair o que deve ser comido. Mas quando você tira e coloca sobre a torradinha… Está tudo ali. O sabor algo primevo que faz pensar no primeiro sujeito a perceber que havia algo a ser comido dentro do osso. O caráter lúdico de comer o que precisa ser desenterrado. A consistência gelatinosa, com variação de tons. O sabor que num instante é intenso e no outro, suave. O tutano do Ici é servido num par, acompanhado de molho de salsinha e, claro, torradinhas (as que vêm no prato e acabam umedecidas pelo caldo do osso são as melhores). Sozinho, comido às colheradas, ou montado com os acompanhamentos, estava ótimo. Deu vontade de cometer algumas indignidades à mesa: sugar o restinho por baixo, lamber o osso, guardá-lo no bolso para roer em casa… Me contive, claro. Numa categoria com fortes concorrentes, ele bateu na trave.

Braulio Pasmanik: Assim como dobradinha, jiló ou pequi, o tutano tem grandes fãs e grandes detratores. No meu caso, adoro o seu sabor e textura untuosa, mas gosto de usá-lo como manteiga,numa torrada. Comer uma porção generosa de tutano, com o perdão do trocadilho é quase insano.

Jacques Trefois: O prato se resume a dois ossos cheios de tutano dentro, bem quente. Parece que jogaram umas gotas de aceto balsâmico ou coisa similar por cima. Acho mesmo que estraga o fino sabor do tutano. Importante dizer que se trata de uma injeção de colesterol na veia. Mais e bem gostoso numa torrada com sal.

Janaina Fidalgo: Dentro de dois despretenciosos, mas bem vestidos ossinhos, esconde-se a essência do sabor da carne. O mérito, aqui, está na mínima interferência da cozinha, minimalista até na apresentação. Puro deleite.

Luiz Américo Camargo: Não houve a moda do tomate seco? E a do petit gâteau? Por que tutano não vira moda também? Está ali a essência bovina. É uma delícia como entrada, é uma diversão cavocar o interior dos ossos. Ainda bem que está sempre no cardápio do Ici.

Luiz Horta: Um dos bons pratos do Ici, mas pessoalmente não gosto de tutano sem a carne do ossobucco, enjoo logo.

Neide Rigo: O tutano estava impecável, se soltando do osso, mas ainda estruturado, muito saboroso. A gordura suave se ressaltava com a acidez doce da redução de vinho do porto. O único defeito é a quantidade reduzida de torradinhas, que se acabam muito antes do tutano.

Patrícia Ferraz: Foi minha grande surpresa nesta edição do Prêmio. A untuosidade se combinou perfeitamente com o toque de alho e salsinha, o sabor delicado, suave e ainda para quebrar a gordura, tinha a torradinha quente. Nota 10.

Roberto Smeraldi: Tentador e sensual, um concentrado de sabor. Um prato perfeito para quem privilegia a qualidade sobre a quantidade. E bem raro de se encontrar nos restaurantes de São Paulo. Quase nos deixa torcer para que o Ici passe a servir também timo, para honrar sua fama de bistrô verdadeiro.

Silvio Giannini: Ali está ele, o osso cortado da canela de um bovino, em pé, exposto como um troféu. Do seu interior, quentíssimo, borbulha aquela potente “gelatina” e seu generoso aroma untuoso. Intenso, alta voltagem, muito bem preparado. Torradas crocantes perfeitas escoltam o conjunto e o talherzinho para pesquisar as profundezas desta iguaria já é, em si, um programa divertidíssimo. Depois de prová-lo já coloco a categoria “Entradas” como a mais disputada do ano. Difícil decisão deixá-lo longe das primeiras colocações.

Vou de tutano

Vou de tutano

(Jackson do Pandeiro e J.Cavalcante)

Se tutano fortalece
eu vou correndo
procurar um matadouro
vou à procura de tutano
pra me lembrar
do meu tempo de namoro

Me disse um velho
que tutano todo dia
traz caloria pra o homem de quarenta
e prá mulher que tiver desanimada
ficará mais assanhada
do que molho de pimenta

Essa receita veio caída do céu
vou de tutano prá outra lua de mel

Variedades de Tutano

Muito se fala de Tutano de Boi, mas o que ninguém sabe é que o tutano é encontrado dentro de quase todos os ossos de quase todos os animais. Eu falo “quase” porque eu não sei direito, mas se você comprar um osso, quebrar ele no meio e ver em seu núcleo uma coisa amarela, lá está o tutano! Panela de pressão Nele.

A dica de hoje é essa. Caso não encontre osso de boi, procure o tutano nos ossos da galinha. São menores, mas junta um bucadinho que você consegue encher uma tigela de 300ml rapidinho.

Outros animais podem ser fonte de tutano, mas dada a nossa cultura eu não vou falar muito, mas gato e cachorro podem ser boas alternativas quando bater a vontade de tomar uma tigela de tutano e não ter um açougue aberto.

 

ps: pra quem não entende brincadeiras, muito do que escrevo aqui é apenas uma brincadeira. As receitas são verdadeiras, podem confiar! :D

O surgimento de uma nova era tutânica

É complicado defender o tutano nos dias atuais. Afinal, matamos o boi, a vaca, o novilho. E estes ainda poluem o nosso ar com gases tóxicos. Por fim, tem a onda natureba, que diz que não se pode comer carne. Então como justificar o uso do tutano.

Bem, o tutano é fonte* rica* de proteínas, cálcio e gorduras, e forte concorrente do açaí. Açaí é bom, tudo bem, mas vem em um saquinho de um litro misturado com água. Que água é essa que eles misturam, qual a proporção ? Eles lavam as frutinhas de açaí? A água é desclorificada? Não sabemos. Só sei que quando encomendei açái direto do Pará, os saquinhos, sem exceção, vieram todos com pequenos cortes nos saquinhos. Contaminação é besteria, né? Sem falar que eram envolvidos por jornal.

O tutano, por outro lado, é todo protegido, por carne e osso. Você encomenda uns ossos bem grandes, tipo do fêmur do animal pro teu açougueiro e pronto. Não esquece de pedir pra ele dar umas machadadas, senão não entra na tua panela !

Chega em casa, panela de pressão, água e ossos. Pronto, meia hora e já tem o teu tutano extraido, pronto pra bebe.

Na tigela que outrora você colocava açaí, agora você coloca tutano.

Pode acrescentar granola. Faz um crock crock legal enquanto você sente teu corpo se energizar com as propriedades benéficas do Tutano.

Pra vocês que ainda ignoram o tutano, e que pensam “eca!”, lembro-lhes que a matéria prima das gelatinas é o tutano de boi! :)

Tutano Rules!

* li em algum lugar que “fonte de” e “rico em” ten diferenças. Por isso coloquei os dois, porque com tutano não tem diferença. Tutano é Tutano

Coma com moderação. Senão teu LDL (colesterol ruim) pode aumentar.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.